Destaques

  • Ola meu querido Boa Tarde!! sou viuva conhecir um homem de 42 anos,notei q ele apezar de nos conhecrmos ha pouco tempo,notei q ele ficava evitando o relacionamento sexual ,alegando q isto não é importante, estou com muitas duvidas,apezar da minha idade NUNCA ouvir falar e vivir uma situaçao como esta,sou uma mulher bonita muito fogosa enfim não conseguir q ele ejaculaçe .O q significa isto? Trauma? cheguei ate a pensar mil coisas inclusive se ele é gay,mas esta hipotese e sta descartada !!! Ele me disse q o prazar dele é dar prazer perguntei se ele gosta de algum fetiche disse q naõ.Como Faço? Existe algum medicamento? Obrigada abraços.

    Andrea, 42 Anos - Ver Resposta

    Oi Andrea.
    É preciso que um profissional investigue. Mas o fato dele não ejacular pode ter várias origens, como está inibido, tenso, ter vivenciado relacionamentos que o traumatizaram, problemas orgânicos... ou um problema chamado anejaculação. Mas é preciso que um urologista e/ou um terapeuta sexual avalie o caso. Se for esse diagnóstico, na grande maioria das vezes o problema não está com a parceira, mas sim com o homem, que tem dificuldades de ter contato com a emoção no momento ta transa.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • olá Dr., meu caso é bem Parecido, Eu sempre me mastubei desde os 15 anos e nunca tive problemas pra ejacular, lembro que ja cheguei a me mastubar 3 vezes por dia, hoje tenho 28 anos e sou casado a 1 ano, e desde quando eu tinha 19 anos, foi quando eu comecei a me relacionar com mulheres e ter relação, nunca conseguir ejacular, com a minha esposa eu consegui algumas vezes, mas eu fiquei muito tempo, quase 1 hora e com muito custo eu ejaculei, mas ela sempre diz que eu preciso ir no Urologista, estou preocupado pois queremos ter filhos e esse meu problema está atrapalhando nossos planos. Qual será o especialista que eu tenho que ir ? Grato !

    Alexandre, 28 Anos - Ver Resposta

    Olá Alexandre.
    De fato esse problema causa muitas brigas entre os casais. Isso piora quando existe a vontade de engravidar. Sua esposa não vai silenciar enquanto você não resolver essa questão.
    É preciso que você passe por avaliações para saber o real diagnóstico. Na grande maioria dos casos, esse problema é totalmente de fundo psicólogico, e nesse caso é preciso procurar um psicólogo especializado em sexualidade. Mas é prudente que você também passe por uma avaliação de um urologista.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá, Dr! Tenho 15 anos de casado, duas filhas e sempre me dei muito bem, sexualmente falando, com a minha esposa, que tem 41 anos. Há mais ou menos 1 mês comecei a fazer uso de medicamentos para emagrecer. Medicamentos estes indicados por um médico e manipulados. Comecei a não conseguir mais ejacular nas relações sexuais. Nem me masturbando! Há duas semanas parei de fazer uso do inibidor e fiquei somente com as cápsulas que só contém ervas, segundo o médico. Sei que tenho de passar este problema para ele, pois foi muita coincidência começar o tratamento e aparecer esta disfunção. Porém gostaria de saber do Dr. se isto pode realmente acontecer em função de tais medicamentos. Desde já, muito obigado pela ajuda. Atenciosamente,

    Luis, 46 Anos - Ver Resposta

    Olá Luís Carlos.
    Sim, de fato alguns desses medicamentos podem causar, como efeito colateral, esse tipo de problema.
    Mas está tudo muito vago, é preciso saber quais medicamentos são esses e se há na pesquisas de base (feita pelo laboratório do medicamento) sobre dados sobre esses efeitos colaterais. O médico precisa saber desses dados.
    Por isso, o primeiro passo é conversar com ele para constatar ou descartar a possibilidade desse sintoma ser causado por esses medicamentos.
    Caso não seja, então seria bom procurar um terapeuta sexual.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Tenho 47 anos,sou casado a 20 anos estou com dificuldade para ejacular,minha ereção e normal acabo me masturbando por não conseguir ejacular na minha relação!!!! que devo fazer...tem tramento ou é psicologico

    Sergio, 47 Anos - Ver Resposta

    Oi Sergio.
    É preciso investigar com mais detalhes. Porém, casos semelhante ao seu relato, aparecem muito para os terapeutas sexuais tratarem. Com bases nesses casos, o que percebemos é que essa questão é psicológica, pois a pessoa tem dificuldade de ter contato com as emoções do momento.
    Seria muito bom você procurar um especialista.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Bom dia, Dr. Li a resposta que o senhor deu a Fernanda de SP a respeito do problema dela com o namorado de 2 meses que tem ereção mas não ejacula. Passo pelo mesmo problema, pois namoro há três com um rapaz de 26 (eu tenho 29), já que ele tb consegue ficar ereto, excitado espontaneamente, mas não consegue ejacular... Sinto, prazer , mas ele não e isso frustra muito.. Faz a gente pensar que não é estimulante o bastante ou que ele é gay, sei lá... O senhor a sugeriu que ele procurasse um psicólogo, foi aí que resolvi entrar em contato com senhor, para saber se o senhor não poderia me dá uma solução alternativa, já que este meu namorado É psicólogo!!! E o pior, nem sequer pensa em procurar ajuda...Às vezes, me questiiono se não seria uma estratégia dele para me deixar apaixonada por ele em função do desafio que essa situação está se tornando... Penso de tudo um pouco, mas estou começando a ficar preocupada com isso...Quero casar e ter filhos um diae se possível com ele, mas se ele não ejacula como é possível?Não quero partir para soluções artificiais... Será que estou perdendo tempo?Que deveria partir para outra... Mas gosto tanto dele... ... Continuar com ele seria sinal de auto-estima baixa (da minha parte!)? Grata pela atenção

    Ana, 29 Anos - Ver Resposta

    Olá Ana
    O fato dele ser psicólogo não o torna especial ou imune a problemas. Aliás, nós precisamos sempre nos cuidar, afinal, nós precisamos ter condições para ajudar.
    Sei que quando há o envolvimento emocional, fica muito difícil separar as coisas, e nessa contexto imagino que você esteja muito confusa. Mas vamos lá. Como você já leu, na grande maioria das vezes esse problema é do homem, apesar de muitas mulheres se culparem. Mas não sofre desnecessariamente.
    Numa relação cada um precisa se responsabilizar por sua parte. Assim é saudável. Eu penso que se existe algo que está incomodando ao outro, isso precisa ser arrumado para a qualidade da relação ficar cada fez melhor. Ou seja, se eu gosto, eu cuido! E parece que não é bem assim que você coloca sobre essa relação. Seria então, interessante, você rever a configuração dessa relação, inclusive o modo como você se doa a ela.
    Quando você me pede um modo alternativo a psicoterapia especializada para resolver esse problema dele, é como se você quisesse um placebo, e ao mesmo tempo, concordando com a imposição dele de não se ater a algo que te incomoda muito. Eu desconheço outra maneira de resolver essa questão.
    É provável que você precisa rever sua auto-estima, que já que você menciona essa questão. Sei que você não quer perdê-lo, mas se violentar por isso, não é legal.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Temos sete anos de casados,e nesse tempo,quando fazemos amor,conto as vezes em que ele ejaculou dentro de mim,acho que umas 4 vezes.O motivo?ele é maravilhoso,carinhoso,tem ereção normal,mas depois de me penetrar e tentar,nada aconteçe,é ai que entra a masturbação,tenho que estimula-lo com fantasias sexuais,masturba-lo,ai ele ejacula,e eu tenho que me masturbar ao lado dele,pois tenho muito deseso sexual,fico louca de vontade que ele ejacule em mim e nada,mas,quando partimos para a masturbação é diferente,ele se masturba loucamente e as vezes me sinto extremamente frustrada...me pergunto porque,pergunto a ele...ele disse que depende de mim,mas como?se faço o que posso,tento..crio fantasias...e ele nada de ejacular em mim,é horrivel,ele diz não ter problemas,mas,é claro que tem.Ele me pede para fazer-mos sexo anal,me pergunto para que? eu não sei o que e nem como fazer.Poderia me ajudar,ele tem 33 anos.As vezes quando ele ejacula,meu desejo para que fosse dentro de mim é tão intenso que eu mesma chego a colocar dentro de mim,acho isso tão humilhante..quero uma relação que nos conceda prazer e que ele ejacule dentro de mim.Agradeço sua atenção e espero sua resposta...Ele gosta muito de fantasias com colegiais, isso o deixa louco e a masturbação fica mais intensa..as vezes penso que ele tem algum problema de ordem emocional,pois sempre desde os 14 anos que fantasia com colegiais e ninfetas...ele tem um disturbio,tenho certeza diso e me assusta muito. O que poderia me aconselhar? já o vi se masturbando em frente ao computador e com colegiais e ninfetas,fiquei assustada,temos uma filha de 11 anos,tenho medo,o que me aconselha????é possivel ele ter um disturbio mascarado????ele disfarça isso? meus medos tem fundamentos,na rua percebo como olha para as ninfetas,seus olhos brilham....isso é muito ruim ou estou me precipitando? Aguardo sua resposta e seja o que for,me fale não precisa me poupar,só quero saber se iso é normal. Ana Sernaglia.

    Ana, 33 Anos - Ver Resposta

    Olá Ana.
    Que bom que você está procurando ajuda. Parabéns!
    De fato, assim como é ruim para o homem não ver a parceira atingir o orgasmo, também é ruim para a mulher não ver o homem gozando na penetração. E você sabe muito bem como é.
    Quanto a dificuldade dele em ejacular dentro, é importante que você saiba que existe diagnóstico e tratamento para isso. Normalmente essa questão está relacionada a dificuldade da pessoa ter contato com as emoções durante a transa, o que pode também ocorrer das diferentes atividades do dia a dia.
    Normalmente os homens que apresentam essa dificuldade não procuram ajuda, mas sim as parceiras que diante de tamanha insatisfação vão atrás de informações e pedem para o parceiro procurar ajuda. São poucos os homens com esse problema que me procuram sem a influência da parceira.
    É muito comum as mulheres que têm parceiros com a dificuldade de ejacular, sentirem que elas são as responsáveis por isso. Porém, na grande maioria dos casos que já atendi, a origem do problema está com o próprio homem. O difícil é a mulher aceitar que nesses casos, ela não necessariamente é a causa do problema.
    Sobre a fantasia dele com as colegiais, isso também precisa ser investigado. Pode ser apenas uma fantasia. Assim como poderia ser por pés, transar em determinados lugares, com alguma pessoa... O problema da fantasia é quanto ela se torna a única maneira para se obter prazer, independente de qual seja.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Ola tudo bem? boa noite estou meio desesperada pq namoro a 2 meses e todas as vezes qe temos relaçao sexual ela não ejacla ele mais novo que eu anos trabalha de segunda a segunda e moa em outra cidade e nos vimos 1 vez por mes devido trabalho dele.Quando agente se ve pega fogoe tal ficamos muito tempo transando sem parar ate eu ão aguentar mais mas ele não ejacula pq sera??

    Fernanda, 24 Anos - Ver Resposta

    Fernanda, por que você está desesperada? A transa não é boa? Você não curte, não se envolve? Se sua preocupação for a de fazê-lo gozar, penso que võcê deve rever o seu modo de se relacionar.
    Ele precisa passar por um psicoterapeuta sexual para um diagnóstico adequado. Porém, normalmente quando ocorre esse problema, a questão está com o homem, é algo que ele precisa ver numa terapia específica.
    Se você puder, evite se preocupar com isso e, aproveite ao máximo a transa. Aproveite para sugerir que ele procure um profissional.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • olá dr, a anejaculação pode ser causada por falta de sensibilidade na glande do pênis? Apresento este problema na hora da relação, mas quando me masturbo gozo normalmente.

    Andrew, 33 Anos - Ver Resposta

    Oi Andrew. Parabéns por procurar ajuda.
    Não, não pode. Inclusive você mesmo disse que ao se masturbar consegue, o que mostra não tem funcamento essa hipótese.
    Seria muito bom você procurar um psicólogo especializado em sexualidade.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Estou namorando a 4 meses , ele ja foi casado duas vezes , tem uma filha de 23 e do outro casamento uma de 10 anos , eu tenho 32 e ele 46 , no começo ele não queria nada serio agora estamos namorando ele disse que me ama , mas nas nossas duas ultima relações ele não cosegue ejacular , sinto que ele não me ama mais , me sinto feia ,a cho que o problema é comigo, mas ele trabalha de segunda a segunda , vira noite e disse que ta cansado mas que sente prazer pois trabalha com suporte de computadores , estou muito insegura , fora que o ciumes dele é demais , não sei como fazer a relaçao sexual voltar ao normal , preciso de ajuda , me sinto pessima , e acho que isso pode acabar o relacionamento , pois estamos querendo morar juntos , nossa realação sexual sempre foi frequente , mas depois ele insistiu muito pelo sexo anal que eu nunca tinha feito , fiz para ele vi que ele começou a se interessar mais por isso , mas mesmo assim ocorreu esse problema de ejaculaçao não sei mais o que fazer para ele sentir prazer , sera que ele não sente mais prazer comigo?

    Fabiana, 32 Anos - Ver Resposta

    Oi Fabiana. Apesar dos relatos fora da questão sexual mostrarem que algo não está bom nessa relação, é importante esclarecer algumas coisas.
    É muito comum quando o homem tem alguma falha com a ereção, desejo ou mesmo com a ejaculação, a mulher pensar que o problema é ela. Na maioria das vezes não é. Mas é preciso investigar.
    Normalmente essa dificuldade do homem ejacular está associado a questões dele mesmo, entre elas, a dificuldade de entrar em contado com as próprias emoções.
    E veja só, você está sofrendo, se achando feia e culpada por isso. Calma, pode não ser nada disso. Perceba que ele diz estar sempre muito cansado e assim fica difícil conseguir disposição para se dedicar ao sexo.
    O primeiro passo você já deu, que é se expor pedindo ajuda. Agora é importante que você continue. Esse e-mail está longe de ser a solução para seus problemas. Vá atrás de entender mais sobre seus sentimentos e essa insegurança que está acabando não só com a relação como também com você.
    Sugiro que você procure um psicólogo para ajudá-la.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Fiz 18 anos a pouco tempo e gostaria de esclarecer algumas duvidas em relaçao a Anejaculação . Vamos la : Mantenho relaçoes sexuais dos 13 anos pra cá mas so consegui a ejaculaçao no ato da penetraçao uma unica vez (quando perdi a virgindade aos 13 anos) . O mais estranho é que consigo ejacular quando me masturbo sozinho mas nao consigo quando estou transando e nem quando minha namorada ou qualquer outra mulher me masturba . Durante o ato sexual penso em assuntos cotidianos ,em trabalho ,em estudo ,em meu futuro ... Consigo manter a ereçao o tempo que eu estiver acompanhado ,tive relaçoes com mulheres de muito mais idade que eu e as fiz Cansar ... Sempre tento gozar mas nao consigo , entao por isso sinto sempre que nao acabou ... Gostaria que pudesse me Ajudar . Desde ja ,muito Grato .

    Felipe, 18 Anos - Ver Resposta

    Fellipe, pela sua descrição parece ser um caso de anejaculação mesmo.
    Perceba que você diz que durante o ato sexual você pensa que coisas cotidianas e não no ato sexual que está acontecendo. Isso precisa mudar, caso contrário o problema persistirá.
    Para que você desfrute da relação bem como de uma boa refeição, de uma brincadeira, de uma conversa... é preciso que você esteja presente naquilo que está fazendo, ou seja, com a atenção focada naquele contexto. Isso fará você se envolver, entrar em contato com a emoção, e então você conseguirá atingir o orgasmo, o que é muito bom e importante para você bem como para quem está com você.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Bom dia Doutor Sou casado há 26 anos, amo minha esposa, mas de algun tempo para cá, estou enfrentando um problema muito dificil, pois embora eu tenha desejo de sexo, por mais que eu tente, não consigo ejacular. Será que o senhor podera me ajudar. Um abraço, aguardo ansioso a sua resposta.

    Paulo, 67 Anos - Ver Resposta

    Olá Paulo.
    Que bom que você está procurando ajuda.
    É preciso que um profissional analise o caso. Primeiramente é preciso ver se existe alguma questão orgânica envolvida, para isso vá a um urologista. Caso não tenha, então procure um psicoterapeuta sexual para ajudá-lo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Ola doutor! Estou lhe enviando este e-mail para q o senhor me ajude. Tenho um namorado a 11 meses ele tem 36 anos e eu 26, ele nunca ejacula e as vezes perde a ereção no ato sexual. A minha frustração é muito grande, mas quando pergunto ele me responde q sempre foi assim. Peguei ele varias vezes vendo pornografias e ele se masturba e ejacula bem rapido. Nao sei o q faço, mas parece q ele nao esta nem ai para este problema q parece nao afetar a ele. Ja conversei incansavelmente com ele sobre esse assunto, mas se ele nao muda de conversa fala q estou precionando. Me sinto feia do lado dele, a falta de interesse dele faz minha auto estima cair muito. Gostaria de saber se isso tem tratamento, pois ele disse a mim q sempre foi assim e q em toda a vida dele so ejaculou tres vezes em uma relação. Agradeço desde ja !

    Tatiane, 26 Anos - Ver Resposta

    Tatiana, o que você pode fazer é o que já está fazendo: procurando ajuda especializada.
    É muito comum essas pessoas que apresentam essa dificuldade conseguirem ejacular quando se masturbam, mas na relação com a outra pessoa não.
    Sim, para essa dificuldade tem tratamento. É preciso que ele procure um terapeuta sexual para ajudá-lo a resolver essa questão. Com base apenas no que você descreveu aqui, tudo indica que seja um caso de anejaculação. Mas é preciso que ele conversar comum profissional para um diagnóstico e tratamento adequado.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr. Claudecy, Estou um pouco preocupada com o meu esposo, pois, ele fica com o penis ereto mas não consegue ejacular, isso ja aconteceu 2 vezes, estamos casados a 6 anos e é a primeira vez que isso acontece.Ele tem 40 anos , quando pergunto sobre isso ele me diz que acha que é problema financeiros pois ele e free lancer so ganha quando trabalha e ja tem uns 2 meses que ele não pega trabalho. Sera que isso poder ser mesmo financeiro ou tem uma outra explicação pra isso.Me ajude a resolver isso elo amor de Deus ou me alivie com soluçoes.

    Juliana, 29 Anos - Ver Resposta

    Juliana, apesar da sua preocupação, dois episódios não são o suficientes para um diagnóstico.
    Porém, se isso continuar ocorrendo, o que provavelmente irá acontecer caso ele continue com a preocupação financeira, é o caso de buscar ajuda de um especialista.
    Porém, sabemos que todo problema quando detectado no começo, e tratado, é muito mais fácil de resolver.
    Essa preocupação financeira, o atrapalha a ter contato com o clima e emoções no momento do sexo, por isso ocorre esse problema.
    Para algumas pessoas, dicas como estar com a atenção presente no momento da transa, se envolver com as sensações, podem ser muito úteis. Porém, há pessoas que precisam mais do que dicas, é preciso que um especialista em sexualidade analise o caso para encontrar a origem do problema e então ajudá-lo a resolver.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Sou casada há 13 anos e desde o início do meu relacionamento, meu marido não consegue ejacular. Temos um relacionamento maduro e firme. Eu o amo muito e sei que é reciproco, porém, mesmo após várias conversas ao longo destes anos, continuamos com o mesmo problema. Porém não estou tendo mais paciência com esta situação, pois para ajudar, além da falta de ejaculação, nossas relações sexual estão diminuindo gradualmente, o que antes era em torno de 1 a 2 vezes por mês, agora tem sido de 2 em 2 meses. Sei que o problema não esta comigo, pois tenho feito de tudo para ajudá-lo neste sentido, ou seja: ele se retrai quando o procuro, neste caso, eu procuro deixá-lo o mais confortável possível, me cuido mantendo o corpo saudável e o fisico também. Procuro ser carinhosa e corresponder a todos os seus gostos, mais isto não tem surtido efeito algum e estou começando a pensar em separação, pois não aceito mais viver desta forma - incompleta. Tem os conversado muito a respeito e ele tem pensado em buscar ajuda profissional. Sei que dificilmente é possível estipular prazo para isto, mais qual a média para a cura?

    Fernanda, 36 Anos - Ver Resposta

    Olá Fernanda. Fico muito feliz ao ver pessoas como você tendo comportamentos como esse, de procurar ajuda, antes de tomar decisões precipitadas. Parabéns por isso Fernanda.
    Pelo que você descreve, parece que além da dificuldade com a ejaculação, existe também a freqüência das relações que não estão satisfatórias para você.
    Fernanda, todo comportamento só se mantém se ele for reforçado, ou seja, se foi bom, se tive algum ganho, vou repetir. É claro que nesse conceito que parece ser simples, existem muitas variáveis que necessitam ser levadas em consideração.
    Quanto à ejaculação, não há problema se não ocorre de vez em quando, porém, quando ela nunca ocorre nas relações ou ocorre muito raramente, causa na outra pessoa uma sensação de vazio, de algo inacabado, é como se sempre estivesse faltando algo. E você, na condição de parceira sabe muito bem como isso é ruim. Ao longo dos anos isso pesa muito, incomoda, desestimula.
    Você fala que sabe que o problema não é com você, pois se cuida e procura ajudá-lo. Que bom. Na grande maioria dos casos de anejaculação (que é o nome para a ausência ou dificuldade de ejacular) o problema está com a própria pessoa. Porém é preciso avaliar cada caso e entender a causa do problema.
    Há outro problema que também está te incomodando, que é a freqüência sexual de vocês. De fato essa freqüência demonstra que provavelmente ele não esteja dando a atenção e tempo adequado para a vida sexual de vocês ou há algum problema que está impedindo-o. Porém, será necessário analisar o porquê disso, o que está causando essa desmotivação para uma vida sexual satisfatória e saudável do casal.
    É importante mencionar que todo esse contexto problemático está denunciando que existem questões necessitando de atenção, de cuidados, seja com ele ou com o casal.
    Que bom que ele está disposto procurar um ajuda especializada, esse é o primeiro passo para a resolução dos problemas. E parabéns mais uma vez por você estar ao lado dele o ajudando, e apesar da vontade de "abandonar o barco" (se separar), você preferiu escolher solucionar o problema.
    Sua pergunta final infelizmente terei que deixar sem resposta, pois qualquer previsão seria mera especulação e eu não estaria sendo ético a agisse dessa maneira.
    Compreendo sua ansiedade e vontade de resolver isso o quanto antes, mas é preciso ouvir vocês, entender a dinâmica do casal, conhecê-los, para então dar um retorno mais adequado com base em fatos.
    Procurem um psicólogo que seja especialista em sexualidade para ajudá-lo. Esse é o caminho. É isso que você fez ao mandar esse e-mail para mim.
    Dependendo da região que estiverem em São Paulo posso indicar algum profissional. Ou se preferirem que eu os atenda, será um prazer.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Oi Dr Claudecy, Estou enfrentando um problema seríssimo com o meu namorado, nos relacionamos muito bem , mas na parte sexual estou muito insegura, ele tem um problema que me incomoda muitíssimo e não sei como lidar com a situação, sinto também que o incomoda, é extremamente carinhoso,dedicado e muito atencioso, porém no ato sexual ele não consegue ejacular, é raro qdo consegue, até consegue porém nas maiorias das vezes é se masturbando ao meu lado. já conversei com ele , pediu-me que não cobra-se que ele me amava muito mas, não sabe o que se passa, inclusive disse-me, que isso começou ocorrer no final do casamento dele, afinal já foi casado, depois disso não conseguia mais ejacular nem com a ex- mulher e nem mais com quer outra pessoa. Estamos juntos, ele diz que ama muito, temos um relacionamento maduro e uma ligação forte, mas nunca passei por isso não sei como lidar com essa situação, to desesperada, acho que ele não me ama, inclusive ele tem muito desejo sexual por mim,tem ereção mas infelizmente ...Dr. me ajude não sei a quem recorrer e como agir com ele. será que ele ainda está ligado ao passado dele? Estou confusa e essa situação está aos poucos fazendo com que eu desgaste uma relação tão bonita que há entre nós. muito Obrigada por sua atenção e aguardo sua resposta.

    Sol, 42 Anos - Ver Resposta

    Olá Sol.
    Ao contrário do que muitas pessoas pensam, esse problema realmente incomoda a parceria.
    Ver o parceiro atingir o orgasmo faz parte de de um processo, e quando isso não ocorre na maioria das vezes fica uma vazio, uma sensação de algo inacabado. O mesmo sentimento ocorre nos homens, por exemplo, quando a parceira tem dificuldades para atingir o orgasmo.
    Não atingir o orgasmo de vez em quando, não tem problemas, mas quando isso é freqüente, é só uma questão de tempo para começar o incômodo e a insatisfação. Tanto para o homem quanto para a mulher, ver o outro atingindo o orgasmo é muito importante para a relação.
    Sol, esse problema se chama anejaculação e é totalmente de fundo emocional/psicológico.
    As pessoas com essa dificuldade têm dificuldade de ter contado com as emoções, elas precisam de ajuda.
    Para a parceria, a primeira coisa que vem é o sentimento de culpa, pois acha que ele está assim por sua causa. Depois começa a duvidar se ele a ama mesmo ou não... Isso só desgasta a relação. O problema é com ele.
    Porém, é preciso que um terapeuta sexual o ouça para entender quais as causas e assim poder ajudá-lo a resolver esse problema.
    Após eu atender várias pessoas com esse problema, percebo que a anejaculação é apenas um sintoma que está denunciando que algo na vida da pessoa não está bem. E ao explorar vamos percebendo e mostrando os comportamentos das quais elas não se dão conta, mas que precisam mudar.
    Caso tenha mais dúvidas ou queira mais algum esclarecimento, pode entrar em contato novamente.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá tenho 21 anos e tenho anejaculação, acho que são causas psicológicas, pois tenho polução noturna no entanto não consigo ejacular me masturbando, gostaria de saber se é possível eu me curar deste problema? E se existe alguém que já se curou de um problema semelhante a este.

    Borges, 21 Anos - Ver Resposta

    Oi Borges.
    A anejaculação é de fundo psicológico. Não temos dúvida disso.
    Quando a pessoa se trata com um profissional que entende do assunto, com certeza ela terá o problema solucionado.
    A anejaculação está relacionada a dificuldade da pessoa de entrar em contato com os próprios sentimentos durante o sexo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Prezado Claudecy! Bem, é um pouco constrangedor falar sobre este assunto mas, creio ter anejaculação. Eu consigo ter orgasmos através da masturbação muito facilmente e algumas vezes tenho também ejaculações noturnas durante o sono. Fisicamente não tenho nenhuma lesão peniana. Gostaria de saber que tipo de tratamento deveria fazer e que forma de estímulos poderia tentar com a minha parceira? Está sendo muito difícil para nós. Conto muito com a sua ajuda!

    Marcus, 30 Anos - Ver Resposta

    Oi Marcus.
    Sei que é ruim ter esse problema, assim como falar dele. Mas você está de parabéns porr ter vencido essa barreira e ter procurado ajuda.
    Para um diagnóstico adequado é preciso conversar um especialista em sexualidade. Caso o diagnóstico seja realmente o de anejaculação, o tratamento é psicológico.
    Sugiro que você procure um psicólogo que seja especialista em sexualidade para ajudá-lo a resolver essa questão.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Estou namorando há 4 meses, já tive 4 vezes relações sexuais com meu parceiro, mas em nenhuma das vezes ele ejaculou, já conversei com ele e me disse que ele demora a ejacular, mas mesmo demorando não aconteceu, nunca passei por esta situação e estou preocupada, ele tem ereção e prazer mas falta a ejaculação.

    Cristina, 26 Anos - Ver Resposta

    Oi Cristina. Sei que isso é muito ruim para você, porém, normalmente em casos semelhantes como o dele, a parceira não é a responsável, mas sim ele mesmo.
    É preciso saber mais sobre essa questão, por isso, sugiro que ele procure um terapeuta sexual.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • o meu problema, é parecido com os que li anteriormente, pois sou casada faz dois anos, e sempre o meu esposo gosava normalmente, mas ele comessou a fazer um tratamento para depressão e está tomando remédio, quais são: GERIATON( LABORATÓRIO ACHÉ), ASSERT(EUROFARMA) E RIVOTRIL (ROCHE). É muito difícil ele gozar, mas ele consegue ficar com o pênis ereto, estou colocando coisa na minha cabeça, achando que ele me trai, pois ele é professor de uma universidade e não preciso falar mais nada. por favor diga-me como devo agir, estou em tempo de pirar. Agradeço a sua atenção.

    Viviane, 36 Anos - Ver Resposta

    Oi Viviane, de fato alguns desses medicamentos têm como efeito colateral a dificulade de ejacular. Claro que isso incomoda a mulher, é como se algo estivesse faltando, ou que ela não é suficiente para fazê-lo gozar.
    Seria muito conversar com ele e mostrar que isso está incomodando você e depois falar com o médico para verificar se defato esse efeito tem ligação com o medicamento. Caso não tenha, então procurem um terapeuta sexual para ajudá-los, pois aí se trata de aspectos psicológicos.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Bom dia! Sou separada a 3 mases, conheci uma pessoa e começamos a sair estamos namorando a 2 meses, e neste periódo que saimos ele não consegue ejacular estou desesperada pois ele saiu c uma outra e foi tudo bem. O problema esta em mim? Não sou uma mulher feia ele diz que não consegue ficar a vontade comigo.Por favor me de uma resposta urgente não estou aguentando mais sempre que tento terminar ele diz que ainda e cedo, que ele gosta muito de mim.O que esta acontecendo por favor me ajude. Aguardo, obrigada

    Ana, 37 Anos - Ver Resposta

    Oi Ana.
    Não precisa se desesperar. Essa questão não é seu problema. Ou seja, você não é a responsável. Ele é quem está com dificuldades de se relacionar com você. Não é uma questão de ser ou não bonita ou atraente, mas sim uma questão dele de estar com dificuldades de se concentrar nas emoções e sensações no momento da transa com você. Mas entenda que não é seu o problema, mas sim dele. Apesar de acontecer quando está você.
    Em muitos casos a pessoa fica preocupada com outras coisas, desfocando assim a atenção das sensações. Isso atrapalha muito. Em algum homens esse comportamento de desviar a atenção pode gerar outros sintomas como a perda da ereção, por exemplo.
    Procure conversar com ele no sentido de proporcionar condições para ele ficar mais relaxado, se envolvendo com as emoções, insentive-o a expressar o que está sentindo.
    Caso esse problema continue, sugiro que vocês procurem um terapeuta sexual.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá, meu namorado tem 43 anos eu 35 ele sente prazer nas não goza, há muito tempo, ele tem vontade de gozar(ejacular) mas não goza. A nossa relação aé gostosa, tranquila, temos tesão e desejo e muito amor um pelo outro, desde quando ele era casado isso acontece, ele é pai de 3 filhas, casadas, ficou viúvo, mas antes disso já não gozava(ejaculava) a muito tempo tempo. O que pode ser, tem tratamento???

    Virgulino, 43 Anos - Ver Resposta

    Oi.
    Pelo seu relato, parece que se trata de uma questão chamada anejaculação. Mas é preciso investigar para fazer um diagnótico adequado.
    Esse problema que alguns homens apresentam, incomoda muito as muheres, pois causa uma sensação de algo inacabado, e muitas vezes uma sensação de que elas não são suficientes para excitá-los a ponte te gozarem.
    Mas é importante dizer que essa é uma questão dele, ele é quem precisa procurar ajuda de um terapeuta sexual para resolver essa questão.
    É bom que você saiba que essa dificuldade tem solução.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Claudecy. Estive visitando a sua pagina na internet, devido a problemas no meu casamento, e gostaria muito de ouvir a sua opiniao a respeito. sou casada a apenas 05 meses e nestes cinco meses meu marido nao conseguiu chegar ao orgasmo, nem que fosse uma vez pelo menos, somente eu. e isso já vinha acontecendo bem antes do casamento( a uns 2 anos) mas eu nao dava importancia. me sinto super mal dr. achando que eu nao desperto desejo, prazer nele. ja sentei pra conversar com ele e ele me disse que ele não tem problema nenhum, e eu não entendo. as vezes ele me diz que é por causa de problemas financeiros, ou entao não aceita que tem algo errado. o problema é comigo que nao estou despertando desejo ou com ele que nao consegue se realizar?(ele não tem problema com ereção, somente com a falta de ejaculação) me dê uma resposta por favor. obrigada. obs: ele se envolveu com uma outra pesssoa a 3 anos (até viajaram)e qdo descobri fiquei muito mal mas continuei o tratando bem e o perdoei, tanto que casamos. namoramos 8 anos, no começo era uma maravilha, mas desde que aconteceu isso ele nao consegue ter ejaculação quando temos relação.

    Janaina, 25 Anos - Ver Resposta

    Olá Janaina.
    Essa situação é muito desagradável mesmo. Imagino o quanto isso a incomoda, dando uma sensação de que o problema é você.
    Pois então, esse problema dele tem nome, e pelo que você conta, tudo indica que seja um caso de anejaculação. Os sintomas são esse que você já conhece, o homem encontra muita dificuldade para ejacular ou então não consegue.
    Será necessário investigar quais as causas, o que está levando-o a ter essa dificuldade. Para isso é preciso que ele procure um terapeuta sexual para ajudá-lo a compreender quais mecanismos psicológicos estão por trás disso.
    Se continuar esse desse modo, sem ele procurar ajuda, esse sentimento de desconforto que você sente, tenderá aumentar, e com isso os conflitos conjugais e a desestabilização da relação.
    E parabéns pela sua iniciativa de procurar ajuda. Isso mostra o quanto você quer resolver essa questão.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • sou casada a 22 anos! meu marido sempre gostou de sexo.hoje ele esta com 48 anos.sempre que o procuro ele aceita mas........ quando peço que quero de novo ele foge fala que não tem mais pique, e as vezes não ejacula é normal?

    Hery, 42 Anos - Ver Resposta

    Oi Hery.
    É normal que mudemos no decorrer do tempo. Faz parte de um processo natural.
    É provável que ele não tenha mais o memo pic de antes, apesar de serem novos. No entando, o não gozar pode significar que algo não está bem. No entanto isso é uma hipótese apenas. É preciso investiar cuidadosamente quais aspectos, possivelmente psicológicos, estão envolvidos. E para fazer isso é necessário que ele procure um terapeuta sexual.
    É muito comum que atrás de sintomas como esse existam outros comportamentos envolvidos. É isso que precisa ser descoberto e tratado.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr. Claudecy, o problema é que meu namoradao não ejacula, a ereção dele é boa, tem boa duração, ja aconteceu de fazermos sexo e ele ficar ereto por quase 25 minutos, ou um pouco mais, mas na hora de ejacular ele não consegue. Ja tentei masturba-lo, sexo oral, anal, mas comigo ele não consegue ejacular. Ele ja me disse que com outras mulheres ele conseguiu, e, uma vez ele se masturbou e conseguiu ejacular, e até hoje, quando fui procurar sobre este assunto, achei que ele estava mentindo, mas vi que tem uma disfunção chamada anorgasmia, e ele pode estar sofrendo disso. Quero saber se pode ser isso, e se for, o que podemos fazer, e se não for, o que pode ser feito, e igualmente qual o tratamento, e se é demorado ou não.

    Julia, 30 Anos - Ver Resposta

    Olá Júlia.
    Percebo que essa situação está deixando você chateada. Mas é importante alguns esclarecimentos.
    O tempo de 25 minutos, para muitos casais é um tempo muito normal, alguns vão muito mais além desse tempo.
    Porém, pelo seu relato ela não goza de modo algum quando transa com você. Já com outras mulheres ele goza. Aqui algumas coisas podem ser feitas, como, perguntar a ele de que modo é bom para ele. Quem sabe pedir que ele a oriente quanto ao que fazer. Por outro lado se isso não for suficiente, pode ser que algo maior possa estar atrás dessa dificuldade. Nesse caso é importante que vocês procurem um psicólogo que seja terapeuta sexual para ajudá-los de um modo mais amplo e profundo.
    Coloco-me à-disposição para quaisquer outras questões.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Estou casada a quase dois anos, e meu marido ejaculou apenas 2 veses, pelo que li é um problema de fundo emocional, e acredito que seja porque ele era virgem quando nos casamos, mas eu não, e ele fique preoucupado em ser melhor que meus antigos parceiros, mas acontece que no começo eu aceitava pois achava que logo iria passar, mas aos poucos fui perdendo a vontade de transar, não que eu não o deseje,desejo muito mas na hora de iniciar a relaçao perco a vontade, e quando nos transamos eu ao contrario de todas as mulheres que conheço, alcanço o orgasmo super rapido, o sr. deve imaginar como é dificil essa situação para nos dois, e para piorar, a quase 1ano todas as veses que temos relação, e eu estou proximo a atingir o orgasmo eu começo a chorar inesplicavelmente, não gostoque ele me toque de imediato, não consiguo abrir os olhos, as veses sinto tanto nojo de mim mesma, ele é super amoroso, tenta sempre entender, mas essa situação esta ficando insustentavel para nos dois, pois nos entendemos super bem, somos felizes juntos, e nos não sabemos o que fazer, ele procurou um medico, mas o medio não soube ajudar, fez exames e disse esta tudo bem fisicamente, realmente não sabemos o que fazer. Muito Obrigada pela atenção!

    Vanessa, 26 Anos - Ver Resposta

    Olá Vanessa.
    Que bom que você está procurando ajuda. Parabéns por isso.
    Inicialmente parece que há dois fatores de estão fazendo você se sentir mal: a dificuldade de seu parceiro ejacular e a sua dificuldade de ter relações com ele.
    Sei que essa situação é horrível e deve fazer você sofrem muito.
    Quanto a questão dele de ter dificuldade para ejacular, primeiramente é importante descartar qualquer possibilidade de ter algo orgânico envolvido, para isso ele deve ir ao urologista. Porém, na maioria dos casos, essa dificuldade tem origem psicológica/emocional. Ele precisaria trabalhar essa questão com um psicólogo especializado em sexualidade.
    Quanto ao seu caso, não dá para continuar assim. É muito horrível numa relação sexual e se sentir como você se sente. Você precisa de ajuda. Precisa entender o que está acontecendo, o porque dessa aversão ao toque dele, a fazer sexo com ele, e quem sabe aversão a ele. Isso precisa ser investigado.
    Minha sugestão é que você procure um psicólogo para ajudá-la.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • olaaa tudo bm ? gostaria de perguntar ao senhor oq devo fazer. meu marido nau ejacula dentro de mim por nada estamos planejando ter um bebe mais ele nau consegui ejacular dentro. oq eu faço? mi ajuda nem sei oq fazer.

    Wanda, 27 Anos - Ver Resposta

    Oi Wanda. É preciso saber o por que ele não ejacula. Ele consegue elacular quando se masturba? Se a resposta for não, seria importante ir primeiro a um urologista. Se a resposta for sim, nesse caso, é necessário que ele vá a um psicólogo especializado em sexualidade para ajudá-lo a resolver esse problema.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr, fiquei extremamente aliviada ao ler seus comentários sobre anejaculação. Confesso que tenho me atormentado muito nos últimos meses. Namoro há quase 1 ano, sou completamente apaixonada por ele, e me sinto muito amada, como nunca fui antes. Tive vários provas desse amor, do qual não duvido! Mas na parte sexual estamos com problemas! A cada 10 transas, ele goza em 4! Isso me assusta porque meus outros namorados gozavam muitíssimo mais. Eu que sempre me senti uma mulher bonita hoje me acho horrorosa! Fico criando defeitos em mim para justificar a falta de ejaculação dele, estou mais ciumenta e insegura porque tenho medo dele procurar prazer na rua. Enfim estou um trapo!

    Natalia, 25 Anos - Ver Resposta

    Olá Natalia.
    Vamos com calma rsrsr. Você parece muito expressiva. Isso é interessante.
    Não sei se se trata de anejeculação, eu precisaria avaliar o caso.
    Mas falando em linhas gerais, sobre a mulher, é comum que diante de algumas questões sexuais, como a anejaculação, a disfunção erétil, por exemplo, a primeira reação da mulher é achar que a culpa é dela. Se o cara perdeu a ereção a culpa é dela, se não gozou é porque ela não não mais tão gostosa ou porque ele não a ama mais. Vamos com calma, não é bem assim. Cada caso precisa ser analisado, mas precisamos considerar outros fatores, como por exemplo, se o homem está bem, se ele está passando por dificuldades que estão afetando a vida dele. Boa parte das vezes as mulheres se esquecem disso.
    Sei que é difícil para muitas mulheres desvincular o poder de sedução com amor. Mas são duas coisas distintas, que podem coexistir, mas não é uma condição.
    Compreendo que esse cenário a deixa insegura, e isso pode ser uma armadilha. Quer ver: quando mais insegura você fica, mais ciumenta fica, quer controlar mais, fica pegajosa, chata e pesada. Qual será resultado? Um casal em crise, e provavelmente poderá acontecer o seu temor, que é o dele buscar uma mulher que proporcione essa leveza e tranquilidade fora.
    Pense na possibilidade de compartilhar com ele o quanto essa dificuldade em relação a ejaculação a angustia, que seria importante ele procurar um especialista para analisar o caso dele.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

Contato

  • (11) 5092-3898
  • (11) 93800-4469
  • contato@claudecy.com.br
  • Av. Bem-te-vi, 333 - Conj. 61 - Moema - SP

Mídias Sociais

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades em seu e-mail