Destaques

  • Estou com um problema que esta afetando a minha relação com o meu namorado.... Eu tenho desejos sexuais só que eu tenho que ficar um bom tempo nas preliminares, tenho que ter uma preparação antes.... tipo: eu não consigo chegar ao orgasmo com a famosa rapidinha... e tb não gosto de sexo em dias que estou cansada, ou preocupada com alguma coisa, seje do trabalho ou algo assim...Mas o meu namorado quer todos os dias, não importa o dia, nem a situação... nem mesmo se estou menstruada... ele não quer me respeitar... Já conversei varias vezes com ele... aí ele diz que vai mudar... só que na hora H ele não desiste de jeito nenhum... e eu acabo cedendo pra ele... só que aí eu fico muito mal.... pq ele não gosta muito das preliminares e tb ele goza bem rapidinho... me deixando a ver navios.... E isso ta complicado, pq eu gosto de estar com ele. Peço que me de uma orientação. Grata desde já...

    Gisseli, 23 Anos - Ver Resposta

    Oi Gisseli.
    Relacionar-se com alguém que não a respeita´, não promove o crescimento saudável do casal. Você já pensou na qualidade de relação de vocês a longo prazo?
    Se ele não a respeita, mesmo depois de diálogos expondo esse incômodo, sem dúvidas é porque você tem participação. Ou seja, todas as vezes que você não quer, mas depois da insistência dele você sede, isso para ele é um reforço, pois ele aprende com isso, que da próxima vez é só insistir mais um pouco que você vai seder.
    Se ele goza rapidinho, isso significa que você não tem tempo para entar no clima, de se envolver e muito menos de atingir o orgasmo.
    Ele aprendeu a funcionar de modo rapidinho, esse é o jeito dele, e você está permitindo que ele imponha o modo dele. Você precisa demonstrar e bancar essa decisão, que seu modo é outro, que se diver que ser sempre do modo dele, você não se satisfaz, e que isso a desestimula a querer sexo com ele novamente.
    É por isso que você se esquiva das relações sexuaiscom ele.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Boa Tarde Claudecy , gostaria que me tirasse algumas dúvidas e me instruisse como agir nessa situação que estou passando. É o seguinte :sou casada a 2 anos , meu marido tem 29 anos ,e desde que começamos morar juntos percebi que ele gosta de revistas pôrnos , filmes dvds ..... só que eu não aceito isso , acho uma falta de respeito comigo , não consigo aceitar de forma alguma .Conversando com ele sobre o que eu sinto e penso sobre isso ele me deu a seguinte resposta : -Eu gosto de ver , não passa disso , eu sempre fiz isso só que com o passar do tempo está diminuindi creio que com o tempo vou parar .
    Passado algum tempo dessa conversa nunca mais achei nada a respeito disso em casa , só que esses dias atráz encontrei 3 DVDs escondidos , com raiva quebrei os três e disse que ele teria que decidir se queria ficar com aquilo ou comigo !! Claudecy , eu não consigo aceitar de forma alguma e não sei como posso ajudar ele a parar de vez com isso , pois tivemos muitas brigas por causa disso . recomendei que ele procurasse um médico para fazer um tratamento, ele disse que não está doente e que isso é normal que todos os homens fazem isso . Por fim o que o senhor acha ? é normal ? não é? o que eu posso fazer? Espero anciosa por sua resposta. Obrigada desde já.

    Anonimo, 30 Anos - Ver Resposta

    Parece que essa situação tira você do sério, não é?
    Mas penso que a questão vai muito mais além dos filmes e revistas.
    É importante saber por que isso a incomoda tanto.
    Como anda a relação sexual de vocês?
    Não há nada de errado em procurar essas fontes como forma para se excitar. O problema passa a existir quando esses recursos que ele usa, tiver a intenção de suprir algo ou mesmo para se esquivar da relação com você.
    É bem provável que se for essa a questão, não adianta você perguntar para ele, pois do modo como você lida com essa questão, não dá condições para ele se sentir confortável para tratar esse assunto com você.
    Mas pode ser que ele esteja sinalizando com esses comportamentos que algo não está bem. No entanto, percebo que existe uma dificuldade grande de você saber o que fazer. Pois do modo como você está fazendo, quebrando os dvds, brigando com ele e até querendo se separar, mostram que o modo como essa relação está, fica difícil pensar que vocês estejam bem ou mesmo que essa relação está promovendo o crescimento do casal.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Tenho uma namorada e uma amante e me masturbo quase todo dia/minha amante percebeu q minha ejaculaçao é rala/tomo remedio do tipo viagra só c/ minha amante p/ não decepciona-la.tenho falhado ultimamente depois de ter gozado a primeira vez/quanto tempo levo p/ recompor minha energia? ando preocupado/3 prestaçoes atrasadas do carro/meu contrato vai acabar/falta 6 prestaçoes p/ terminar o carro/ isso tem a ver com minha performance???é muita masturbação??? eu fumo! por favor, me ajude, estou desesperado!!!!obrigado pela oportunidade de me expressar com vocês.

    Luiz, 39 Anos - Ver Resposta

    Luiz, talvez seja necessário você fazer um balanço da sua vida. Pensar na possibilidade de reorganizar sua vida.
    Tenho a impressão que muitas coisas estão sendo atropeladas. Qual sua necessidade de uma amante? Parece que a relação com sua esposa não está bem.
    Veja que sua sexualidade também está dando um sinal de alerta, você toma viagra e diz que é para não decepcioná-la, ou será que seria para não decepcionar você?
    Você fala que além das duas mulheres você se masturba diariamente, e se queixa que a ejaculação está rala. Já pensou que seu organismo não está dando conta de tudo isso?
    Parece que em outros aspectos da sua vida também andam tumultuados, veja
    suas dívidas.
    Que tal amadurecer a idéia de procurar ajuda de um psicólogo?

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Ola Dr. Eu tive 2 relacionamento duradouros (6 anos cada), e nos dois fui vítima de traição e terminaram por isso. Estou casado a cerca de 2 anos + 1 de namoro. Minha esposa tem 25 anos e uma filho de 9 anos que é meu enteado. No primeiro ano de namoro e nos primeiros meses de casamento foi uma maravilha, transavamos 3 a 4 vezes por semana, após começaram as diferenças de comportamento e muitas brigas que vem se agravando cada vez mais, ela é uma pessoa com pavil muito curso, se extressa por qualquer coisa, e a maioria das brigas começam por coisas banais e tomam uma proporção absurdamente grande. Há situações em que ela chega a me ofender fazendo sarcasmo com as traições que sofri e isso me magoa muito. ultimamento não conseguimos ter 5 minutos de conversa sem brigar. Nossas transas passaram a 1x por mês e olhe lá...Eu a amo muito, mas estou muito infeliz com essa situação. sei que ela me ama tb, mas não estamos conseguindo conviver bem. Ao longo das brigas e discussões, venho perdendo o desejo sexual por ela, e ela me cobra muito isso, pois aparentemente seu desejo contianua o mesmo e é mais um motivo pra briga. As poucas vezes que transamos, ela está empolgada no começo cheia de tesão e no meio da transa perde o tesão e isso é mais uma frustação pra mim, Não sei mais o que fazer pra resolver nossa situação...Não sei se a falta de desejo decorre das brigas, da magoa, Vou procurar ajuda profissional, mas gostaria da sua opinião. Obrigado.

    Alexandre, 21 Anos - Ver Resposta

    Oi Alexandre.
    Para que o desejo sexual se mantenha e a transa seja legal, algumas coisas são necessárias. Dentre elas, se sentir bem, se sentir que a outra pessoa corresponde, sentir que seu papel como homem está bem, o mesmo serve para ela. Porém, do modo como você descreve a situação, tenho a impressão que não existe clima para o diálogo gostoso e normal, que a estar perto um do outro é algo tenso, sinto também que os dois estão na defensiva... Nesse contexto, será que existe como pensar no sexo de modo prazeroso? Tem clima para isso?
    Caso vocês queira ficar juntos, precisarão mudar muitos comportamentos, que ao longo da relação vocês foram adquirindo e que hoje estão sendo letais para a relação.
    O problema da sexualidade é apenas a ponta do problema. Vocês precisarão ir bem fundo para resolver isso.
    Pense na possibilidade de irem a um psicólogo para ajudar você a saírem dessa situação que não é saudável.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr. Claudecy de Souza, Tenho um relacionamento firme de quase 7 anos, estamos morando juntos a 10 meses. Meu companheiro tem certas atitudes que me incomodam, apesar de falar que fico chateada ele continua com essa atitude. Pode parecer besteira, mas ao ver uma mulher na t.v, internet coloca a mão no"peru" e fica excitado.Na rua encara outras mulheres,as vezes p/ me provocar. Temos uma vida sexual ativa, deixo falar fantasias, ver filmes,revistas junto comigo. Mas, fico infeliz com as atitudes no dia a dia. Não consigo assisti T.V em paz. O que faço? É normal um homem maduro de 32 anos ter atitudes assim...

    Ana, 31 Anos - Ver Resposta

    Olá Ana Paula.
    Para convivermos em sociedade é necessário cumprimos algumas régras. Numa relação do casal também existe limites de cada um que precisam ser respeitados para que a dê certo, para que ocorra o cresciemento e o chama do desejo se mantenha acesa.
    Ana, pelo que você relata você se sente desrespeitada quando ele se comporta dessa maneira, violando seus limites.
    É preciso que você mostre para ele, do modo mais claro, o quanto isso a incomoda e a fere, que isso faz você perder a admiração por ele.
    É importante que você reveja a sua posição nessa relação, se vale a pena ficar numa relação na qual alguns de seus limites são desrespeitados.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá doutor, estou angustiada. Descobri que meu parceiro, com quem moro ha 2 anos é simplesmente viciado em pornografia. E não sei até que ponto chega esta compulsão. Ele mente demais, e descobri um msn falso dele, em que ele me traia virtualmente com outras mulheres, travestis, e até com alguns homens. Aliás, travestis são minha outra neura, estou ficando doente, ele tem alguma tara por travestis que ele não assume. Ele é tarado por sexo anal e gosta q eu o acaricie no anus, as vezes acho q ele é bissexual. Ele parou de me procurar na cama devido à essa masturbação excessiva. Eu vi que ele acessa os mais depravados vídeos de sexo, zoofilia, gay, travestis, scat, estupro, etc. Não o reconheço mais. Eu o amo, mas não sei o q pensar. Ele jura q jamais chegou a me trair de verdade, mas não sei em que acreditar. Me ajude, por favor.

    Scarlet, 24 Anos - Ver Resposta

    Olá Scarlet.
    Eu entendo que quando estamos envolvidos, é difícil ver ou sair da relação.
    Mas o gostoso do relacionamento é quando está bom para ambos, nesse caso, parece que não está bom para você a forma como ele se relaciona com o sexo.
    Seria interessante que ele procurasse um psicólogo para entender o que está acontecendo. Do mesmo modo, sugiro que você faça o mesmo, pois como o seu envolvimento, pode ser que você sinta dificuldades de ver o que precisa e assim tomar decisões mais assertivas.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

Contato

  • (11) 5092-3898
  • (11) 93800-4469
  • contato@claudecy.com.br
  • Av. Bem-te-vi, 333 - Conj. 61 - Moema - SP

Mídias Sociais

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades em seu e-mail