Destaques

  • Ingestao de urina faz mal a saude,acha que e uma fantasia normal.

    Orlando, 38 Anos - Ver Resposta

    Orlando. Como vai?
    A urina é um líquido que o organismo não aproveitou. Nele pode ter muitos resíduos que o corpo após uma filtragem dispensa. Pode ser que nela contenha algumas substâncias que podem gerar alguns problemas, como uma infecção por exemplo.
    É por esse motivo que ingerir a urina pode trazer consequências ruins a saúde.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Ano passadp estava muito desconfiada do meu marido,e coloquei uma escuta telefonica no seu trabalho,e em 15 dias descobri a busca incessante dele por mulheres com niveis sociais bem menores que o dele,ja que ele e um grande empresario,e ate com prostitutas.Fiquei mto assustada,me separei,mas ja voltamos.A minha pergunta e: sera que ele e um compulsivo sexual?Porque ate nos meus momentos mais dolorosos,a vezes em que chorei e ele estava perto,ele me agarrou e fez sexo comigo,sem a minha permissao,como estava completamente fragilizada pela situacao,permiti sem sequer ter forca p/ sair daquela situacao e,logico,fiquei arrasada com aquilo.Outras situacoes em que acho estranho,foram qnd ele perdeu o melhor amigo,primo,no mesmo dia fizemos sexo como se nada tivesse acontecido na vida dele,apesar de saber que ele estava sofrendo mto com toda situacao.Bem,a minha pergunta esta meio confusa,mas acho que vcs podem me dar uma LUZ.Obrigada.Monica.

    Monica, 36 Anos - Ver Resposta

    Olá Monica.
    Esses dados que você mensiona, apesar de parecer estranho a você, não são suficientes para um diagnóstico de compulsão sexual. Porém nos sugere que se trata de uma via que ele aprendeu para aliviar a ansiedade.
    É claro que isso deve incomodá-la. Pois pode entrar em choque com o modo como você aprendeu e entende sobre a função sexual.
    Sim, ele pode estar precisando de ajuda. O problema é que provavelmente ele não acha que precisa de ajuda.
    Por outro lado, quem sabe, você possa se beneficiar de uma terapia para saber lidar com essa situação e até mesmo ter condições para se comportar de maneiras estratégicas e com isso ajudá-lo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • BOA NOITE.EU TENHO UM PROBLEMA Q ME INCOMODA MUITO.SEMPRE GOSTEI DE SEXO POREM AGORA Q ESTOU CASADA HA DOIS ANOS NAO SINTO VONTADE PASSO DIAS SEM VONTADE MAIS SE EU FIZER TENHO ORGASMO.O PROBLEMA E Q NUNCA ESTOU COM VONTADE ALEM DE TER PREGUIÇA DE FAZER SEXO.MEU MARIDO GOSTA TEM A FANTASIA DE ME VER FAZENDO SEXO COM OUTRO E EU TENHO NOJO SO DE PENSAR NISTO.QDO COMEÇAMOS A FICAR JUNTOS ELE ME CONTOU ESSA FANTASIA ATE AI TDBEM,SO Q ELE COMEÇOU A INSISTIR MT NISSO E SEMPRE FALAVA EU PEDI Q ELE PARASSE DE FALAR NISSO ELE ME DISSE Q ISSO DA TESAO EU DISSE O Q TE DA TESAO CORTA O MEU E AXO Q FOI AI Q COMECEI A TER FALTA DE TESAO POIS COMECEI A FICAR COM RECEIO DE Q ELE CONTINUASSE A INSISTIR NESSA HISTORIA Q EU TENHO NOJO POREM ATE HJ ISSO ME INCOMODA NAO SEI O Q FAÇO.POIS ELE SENTE TANTO TESAO POR MIM E EU NAO CORRESPONDO.ELE SEMPRE DIZ Q ANTES EU ERA MAIS SAFADA E Q AGORA NAO SOU MAIS E SEI Q PODERIA SER MELHOR SO NAO SEI COMO.

    Sil, 40 Anos - Ver Resposta

    Oi Sil.
    Eu entendo que é ruim ficar nessa situação. Mas para quem era "safada" e agora se vem assim, apagadinha, não é nada legal. Seria bom ver essa dificuldade como um sintoma, que está mostrando que algo não está bem.
    É preciso investigar, mas levanto uma suspeita de que a insistência do seu marido de querer ver você transando com outro homem, é uma situação que você não gosta, por isso, transar, pode ser um ato que você já associou como algo aversivo. Ou seja, ele vai falar as mesmas coisas que você odeia.
    Em muitos casos, essa configuração mostra que a relação não está boa, que por conta desses conflitos, pode levar o casal a separação.
    É preciso resolver essa situação. Você já pensou procurar ajuda de um psicólogo? Eu penso que será muito útil para ajudá-la a entender o que está acontecendo e assim encontrarem a solução.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr. Peço que se possível responda esse email de forma URGENTE. Pode ser que pra o Dr. isso seja uma pergunta normal, mas há uma situação que está atrapalhando meu relacionamento. Meu namorado tem 25 anos e sente enorme prazer no ânus, pede pra que eu acaricie, introduza objetos maiores que meu dedo ou o dedo simplesmente. Diz coisas como quem quer algo maior dentro dele. Quer gozar ás vezes enquanto eu o acaricio. Pergunto: Permito que ele goze enquanto eu faço carícias? Isso não pode despertar algum tipo de homossexualidade nele? Ele pode ser bissexual? Por favor me ajudo Dr, pois não quero me relacionar com um homo ou bissexual. Obrigada

    Dayane, 25 Anos - Ver Resposta

    Oi Dayane.
    Não existe nada que "cause" a homossexualdiade.
    Ele aprenseu a sentir prazer dessa maneira, o que parece estranho para você. Mas isso não significa que ele seja homossexual ou bi. Por isso, não há nada de errado em gozar dessa maneira.
    O que é preciso ficar atenda é se isso se torma uma rotina, se somente dessa maneira ou na maioria das veses ele prefere assim e com isso deixa de lado o que seria o "normal".
    È importante você olhar para seus sentimentos também. Se esse tipo de prática te agride, faz você se sentir mal, pense como você se sentirá a longo prazo também.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Estou um pouco confusa em relação ao meu casamento. Sou casada a 10 meses, meu marido tem 20 anos, namoramos por 5 anos e o sexo era otimo Agora ele não me procura mais, não estou mudada não meu corpo continua o mesmo, não engordei nem nada, tento fazer coisas diferentes, leio livros sobre coisas e posiçoes diferentes para fazer, frequento sex shop, faço cursos nos sex shop a respeito, mais ele não quer nem saber eu o procuro e na maioria das vezes ele rejeita, estou muito triste, ele diz que tudo esta normal mais não está. Ele diz que o sexo é bom mais parece que esta so cumprindo uma obrigação, goza e pronto, me pega parecendo que esta fazendo com uma boneca, tampa minha boca e me segura não me deixa nem me mexer, acaba se levanta e vai ver tv. Ele foi o unico homem que tive, sinto um tesão enorme por ele. Desde ja agradeço.

    Luana, 31 Anos - Ver Resposta

    Oi Luana. Sim, é delicada essa situação.
    Porém é preciso entender o que não está bem para ele. Normalmente, nesses casos, as mulheres se preocupam muito com a aparência, pois acham que isso é o suficiente ou a única coisa que atrai o homem. Sim, isso é importante, mas não é a única coisa. A prova é o que está acontecendo com você, que apesar de estar com um corpo legal, frequentar sexshop e fazer os cursos, o desejo dele por você não está do modo satisfatório para você.
    É preciso entender o que está acontecendo com ele e com a relação. Vocês são muito jovens e já estão casados, mas parece que algo não está bem para ele. Provavelmente você tenham vontade de experienciar outras situações que contribuiriam par ao amadurecimento de vocês.
    Agora, a relação de vocês precisa de uma revisão, o que não é fácil, mas precisará ser feita.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Tenho 26 anos e conheci um homem incrível com algumas particularidades: ele é 16 anos mais velho, 10 centímetros mais baixo e financeiramente mal resolvido. Até hoje só nos encontramos em locais reservados por insegurança com a pressão externa, mas isso está ficando insustentável – eu quero enfrentar o mundo e ele quer me poupar do preconceito e dos problemas de um relacionamento com um “velho”. Eu fico fascinada com as histórias que ele conta sobre viagens, com o carinho e o respeito com que ele trata tudo que está vinculado a mim. Apesar da ocupação rudimentar como mecânico, ele tem uma sede de cultura que é invejável. Ele é muito mais realista com as nossas diferenças... Tem medo do peso que podem ter diante do preconceito de amigos e familiares, da diferença de maturidade e de comprometimento com a relação no decorrer dos anos. Ele tem medo porque sabe que não poderá oferecer o conforto material que gostaria e nem a disposição para acompanhar os meus melhores anos. Insiste em dizer que meu “encantamento” é passageiro e absurdo, porque ele é um velho sem expectativas de um futuro próspero. Diz que está roubando a minha juventude e meus sonhos, que está me privando de um futuro promissor. Sei que ele me ama como ninguém nunca amou, mas eu também tenho medo de não ser forte para agüentar a pressão externa. As pessoas são cruéis com as diferenças. Um casal que não segue o padrão estético aprovado pela maioria sofre com olhares de reprovação, com ridicularização e questionamentos eternos. Será que um relacionamento pode dar certo com um homem 16 anos mais velho e 10 centímetros mais baixo? O que o futuro reserva para esse casal quando as diferenças forem maiores ainda? O tempo não vai tornar a relação insustentável?

    Tatiane, 26 Anos - Ver Resposta

    Olá Tatiane.
    É muito ruim essa situação que você está vivenciando, tando para você como para seu marido.
    Essa questão pode ter várias origens, por isso é importante que você procure um psicólogo, de preferência um que seja especializado em sexualidade para ajudá-la a resolver essa questão.
    Continuar assim não é bom, pois essa dificuldade com a sexualidade está mostrando que há questões na sua vida que precisam ser arrumadas, a sexualidade provavelmente é uma delas. Por outro lado, pense também no seu casamento: será que ele resistirá nessas condições?

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. Claudecy, ha aproximadamente 2meses meu namorado me chamou para conversarmos e me disse com muita tristeza ser compulsivo sexual. Ele participou de uma palestra sobre o assunto e decidiu iniciar o tratamento. Procura parceiras de diversas formas e somente para sexo anal. Gostaria de saber como posso ajudá-lo, e também como posso me ajudar, tenho sofrido muito com tudo isso, pois ele me relatou ter tido vários relacionamentos, inclusive com a ex-namorada, durante todo o nosso relacionamento. O tratamento é eficaz? ele só conseguirá resistir às tentações após algumas sessoes de terapia? Qual a melhor forma de ajudá-lo? Desde já agradeço

    Maria, 27 Anos - Ver Resposta

    Olá Maria.
    Essa é uma situação bem delicada para ambos. Na maioria dos casos, as pessoas com essa forma compulsiva de se relacionar com o sexo, não se dão conta que estão se afundando cada vez mais. O sexo toma proporções cada vez maiores na vida dessas pessoas, e claro, outras áreas importantes da vida ficam prejudicadas também.
    A compulsão sexual afeta tanto homens quanto mulheres. Porém, por questões morais, muitas mulheres não admitem e nem procuram ajuda. O que só piora a situação.
    É importante você apoiá-lo, até onde você puder. Ele já está de parabéns por ter iniciado o tratamento.
    Quanto a eficácia do tratamento e o tempo, não coisas que não dá para responder, pois cada profissional trabalha de uma forma e o modo como cada paciente vai reagir, também não sabemos.
    O importante é você incentivá-lo a se tratar. Caso não se sinta bem com esse tratamento, procure outro, mas não pode parar enquanto não resolver esse problema.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr. Claudecy, Meu marido e super ativo ele tem 33 anos e eu 32 somos casados à quase 3 anos e um filho de 2 anos. Resumindo não tenho vontade de fazer sexo, porque me sinto muito cansada, trabalho, chego pego meu filho e depois vou fazer meus trabalhos domesticos e fico cansada e somente penso em cair na cama...e com muito cansaço começo não sentir desejo e isso está acabando com meu casamento gostaria que me desse uma ajuda, por que amo muito meu marido e não queria que acaba-se o meu casamento por isso.

    Edna, 32 Anos - Ver Resposta

    Oi Edna.
    Todos nós temos nossos limites físicos. Quando nós desrespeitamos tais limites, nosso organismo demonstra isso das mais variadas formas.
    No seu caso, uma dessas manifestações é na sexualidade. Mas com certeza tem mais coisas aí.
    Não existe mágica. Será preciso você rever seu estilo de vida, sua agenda, dividir melhor os afazeres e procurar um tempo para você fazer algo para você, se cuidar, se arrumar para você e para seu marido.
    A participação dele será muito importante nesse processo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Dr. tudo bom??? Bom,meu nome é Amanda tenho 16 anos,e sou bulímica, estou passando por um momento muiito dificil da miinha viida e tenho apenas a ajuda de miinha mãe ela é um amoor..meu pai depois que viu o que estava acontecendo ele ficou diferente fico muiito mal com tudo que esta acontecendo no momento, mas preciso tanto dele e ele não me ajuuda,poxa!!eu não exagero na hora de comer mas preciso queimar ou colacar para fora o que comii as vezes fico tempos e tempos sem comeer ...e quando como eu me castigo me cortando,ja tentei o suicidio 3 vezes mais infelizmente nenhuma deu certo =(...estou fazendo tratamento a pouco tempo passo com psicologo e psiquiatra e irei começar com a nutricionista,mais eu so queria morrer não tenho mais animo para nada,eu tomo remedio controlado por tudo isso mas num adianta nada=( to cada dia pior e to me segurando para não fazer nenhuma besteira porque minha mãe não merece sofreer... ME AJUDA!!! beijos

    Amanda, 16 Anos - Ver Resposta

    Olá Amanda.
    Eu fico muito feliz ao ver pessoas, assim como você, que sabem que não estão bem, e vão buscar ajuda, contam para os pais, procuram na internet, escrevem para especialistas... Por isso, eu a parabenizo.
    Eu sei que alguns problemas nos fazem querer desistir de muitas coisas, inclusive da vida. Mas também sei que se não fosse tais problemas, nós iríamos querer curtir muito a vida. Compreendo que alguns problemas são tão grandes, que às vezes as pessoas têm a sensação de que não irão conseguir superar. Mas sabe Amanda, eu não tenho dúvidas de que está muito difícil para você, mas posso dizer com segurança que seu caso tem solução. Eu já atendi e ainda atendo várias moças que estão numa situação muito próxima a sua, e elas ficam boas, aprendem a aproveitar a vida de modo saudável e normal. Tudo bem, eu sei que esse período do tratamento não é simples, mas quando a pessoa decide dar mais uma chance, ela consegue.
    Que bom saber que você já está se tratando com um psicólogo e psiquiatra. É isso mesmo, está correto. Continue. Apenas mude caso você não esteja se sentindo bem com eles ou se não tiver sentindo melhoras.
    Outra coisa muito boa é seu sentimento pelo seus pais. Isso é importante. Eles a amam, por isso, ver você sofrendo é muito difícil para eles. E em muitos casos, os pais querem ajudar mas não sabem como. Pode ser o caso do seu pai, que você diz que ele parece estar um pouco afastado. Não sei se já foi feito isso, mas é muito importante que os profissionais, psicólogo, psiquiatra e nutricionista além de serem especialistas no assunto, que também chamem seus pais para conversar e orientá-los.
    Amanda, lute um pouco mais, você pode conseguir. E você pode conversar com seu psicólogo quando estiver em crise, ah, também pode escrever outras vezes para mim, se desejar.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • doutor sou casada nao sinto tesao pelo meu marido nem nunca tive prazer so que eu adoro me masturbar vendo filmes pornos de lesbicas sozinha tenho desejos mas nunca senti atração por uma mulher mesmo so na hora da masturbação e quando estou com meu marido nunca pensei em mulher me ajude doutor sou bi sou lesbica ????? estou desesperada

    Alexia, 26 Anos - Ver Resposta

    Olá Alexia.
    Essas coisas costumam confundir as pessoas. Será preciso investigar isso na sua vida. Mas há um dado relevante que é você não sentir desejo pelo seu marido. Isso não é bom e precisa de atenção.
    As possibilidades para isso são várias, que podem ter relação com você ser lésbica, como também desejar uma relação sexual como as mulheres costumam ter com, muitos carinhos, toques...
    Perceba que sua carência está inclusive exposta no seu endereço de e-mail, não vejo que isso seja por um acaso.
    Seria muito legal você ir a um psicólogo para discutir essas questões, pois não dá para pensar numa relação saudável se não há desejo sexual.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

Contato

  • (11) 5092-3898
  • (11) 93800-4469
  • contato@claudecy.com.br
  • Av. Bem-te-vi, 333 - Conj. 61 - Moema - SP

Mídias Sociais

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades em seu e-mail