Destaques

  • Quero saber se é normal eu fazer xixi durante meus orgasmos, e pq chego ao orgasmo apenas com carinhos, isso é normal? Mas o que mais me deixa curiosa é o fato de eu urinar qdo tenho um orgasmo. O xixi vem quando somente qdo meu marido faz carinhos penetrando o dedo, então chego ao orgasmo em segundos e parece fazer xixi, ele acha legal, mas eu me sinto incomodada com isso, e ao fato de eu chegar ao orgasmo com carinhos, é assim...qdo ele leva a boca em meus seios por alguns minutos ou apenas beijos mais ardentes acompanhados de um carinho mais intimo sem a penetração eu consigo o orgasmo. Então não acho normal pra mim que ja tenho 38 anos. Tambem prático os exercicios de pompoar e gostaria de saber se isso realmente é bom. Grande abraço e Obrigada!

    Claudneide, 38 Anos - Ver Resposta

    Olá Claudnaide.
    Isso acontece por causa do estímulo. Ou seja, é como se você tivesse condicionado essa região, canal da uretra e/ou próximo, de tal modo que ao ser acariciada ou mesmo com o orgasmo, o seu organismo entende que também precisa fazer xixi.
    Como você disse, isso agrada seu marido, e muito homens também, porém, parece que não te agrada. E se você pensa em mudar isso, saiba que é possível, pois do mesmo modo como você condicionou, pode também descondicionar. Para isso será preciso o uso de algumas técnicas comportamentais, orientadas de preferência por um profissional, que na maioria das vezes é um psicólogo terapeuta sexual.
    Quando você fala do orgasmo que não ocorre com a penetração do pênis, mas apenas com os carinhos íntimos, aqui e temos duas vias: uma, é que você aprendeu a ter orgasmos com esses tipos de carinho que você se refere, mas saiba que é possível aprender a ter orgasmo com a penetração também. A outra via, é o que na maioria das vezes acontece com as mulheres que tem essa dificuldade, é não conseguir ficar concentrada nas sensações que ocorrem nos momentos da penetração, é como se sua atenção se desviasse do foco, e aí seu organismo entende que sua intenção não é atingir o orgasmo.
    Quanto aos exercícios de pompoarismo, tirando as promessas mirabolantes que dizem que a mulher vai poder fazer, é uma boa maneira de exercitar a musculatura vaginal. Isso é saudável.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Prezado doutor, Estou angustiada.Conheci uma pessoa há pouco tempo e que é muito liberal em relação ao sexo.Gosta de swing,menage,troca de casais e eu não sei o que fazer.Não sei se continuo,gosta de tirar foto do meu corpo e exibir em sites eroticos.Estou confusa,nunca fiz isso e me assusta um pouco.Não sei se quero continuar este relacionamento,e se for o caso,como terminar?Tenho medo de me expor devido a minha profissão ,pois sou professora e advogada.Aguardo resposta

    Cris, 34 Anos - Ver Resposta

    Oi Cris.
    Cada um tem uma forma para sentir prazer. Mas quando essa forma viola os limites da outra pessoa, precisa ser questionado.
    Pelo seu relato, vocês estão fora de sintonia. Parece que os objetivos dele com você são diferentes dos seus. Não é todo muito que curte ser exposto assim e um relacionamento tão liberal.
    Você consegue visualizar uma vida longa para uma relação com essa configuração.
    Eu imagino que você até sinta prazer com essas práticas, pois são excitantes, mas é importante olhar mais para frente, pois essa fase de festa, com o tempo vai esfriando e o que sobrará? Em caso s assim, onde não foi construído uma base mais sólida, provavelmente não sobrará nada.
    Não custa nada lembrar, mas quando postamos qualquer coisas na internet, ela se espalha rapidamente e não tem como ter controle sobre isso.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Sou casada há seis anos e nunca traí meu marido, ultimamente ele vem com uma conversa estranha, quer que eu transe com outro homem na frente dele e ainda o chame de corno. Agora ele só consegue ficar exitado ou ejacular quando se toca neste assunto. Isso é normal ou ele precisa de ajuda? Aguardo anciosamente a resposta.

    Noemy, 40 Anos - Ver Resposta

    Olá Noemy.
    Parece que esse pedido dele deixou você assustada, não é?
    Pois bem, essa é uma prática que tem aumentado cada vez mais. Para algumas pessoas isso é uma boa fonte de excitação e prazer, para outras essa é uma questão fora de cogitação. Então, qual está certa? Essa é uma questão muito particular de cada um.
    É importante saber qual a função desse desejo dele. Bem como é importante saber se essa é uma questão que você estaria disposta a praticar, se isso irá ou não violentar seus princípios.
    Muitos casais encontram nessas práticas sexuais, uma forma de "apimentar" a relação. Eu percebo que alguns desses casais que chegam a meu consultório trazendo essa questão, que de fato eles estão com o relacionamento, de certa forma insatisfatório. Assim, essa prática de sexo a três, troca de casais ou mesmo o swing, são formas que alguns encontram para manter a relação.
    Se esse for o caso, é importante que o casal procure ajuda de um psicólogo de casal, para juntos descobrirem onde está a deficiência na relação e resolverem.
    Por outro lado, para alguns casais, essas práticas são apenas uma aventura e nada mais.
    A você Noemy, cabem algumas questões: como você se sente com essa idéia? Essa é uma questão que te agredirá? Você faria isso apenas para manter a relação?

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Caro Dr, estou com um problema e busco por soluções. Tenho 21 anos e tenho ejaculação precoce, acho que é devido a ter a cabeça do pênis muito sensível. Vocês podem me ajudar, estou até com um certo trauma em transar e gozar rapidamente. Será que devo procurar por um especialista? Qual? Agradeço pelo espaço e aguardo um contato.

    Anonimo, 21 Anos - Ver Resposta

    Olá jovem.
    A ejaculação precoce atinge muitas pessoas, e sei como isso é ruim.
    Atrapalha as relações, deixa a pessoa insegura....
    Porém é muito importante você saber que isso tem tratamento. E esse
    tratamento é feito por um especialista, psicoterapeuta sexual, que tem
    conhecimentos para tratar essa questão.
    Outra coisa importante, é que a ejaculação precoce é um sintoma que está
    sinalizando que outras coisa também não estão bem.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Sou casada a 16 anos, tenho um filho de 6 anos e meu esposo tem 48 anos, estamos passando com dificuldades financeiras e já faz 2 anos que ele não me procura na cama....tento procura - lo é ele sempre arranja uma justificativa...está com sono...finge que está dormindo. ...a última vez que tivemos relação ele não conseguiu chegar aos finalmente e eu fiquei muito brava. ..confesso que meus comportamentos contribuíram para isso...e ele fala pra mim...se o para vc e mais importante que outra coisa....ele não explica porque não me procura....elenco dei depois da gravidez, dei uma relaxada, mas estou retomando minha auto estima....fã o exercício I IOS e já estou fazendo um tratamento para emagrecer. Ele não fala nada, não pergunta nada, conversa comigo normalmente em casa, me trata como uma amiga, não me acaricia, quando eu dou uma Abraço e Beijo ele corresponde mas sexo nunca mais aconteceu. ...confesso que isso me machuca muito saber que não estou despertando interesse nele. ..Não sei mais o que fazer, ele não me dá oportunidade para falar sobre o assunto fica bravo...o que fazer?

    cica, 36 Anos - Ver Resposta

    Oi Cica.
    Isso é bem desagradável eu entendo.
    Eu penso que deixar esse assunto acomodado, não é uma boa. Essa acomodação, alimentada por você, acaba gerando insatisfação, deixando você triste, afetando sua auto estima e o pior, pode escontar algum problema, seja com ele, com você ou com o casal.
    Seria muito adequado irem a um psicólogo para entenderem o que está por trás dessa dificuldade.

  • Olá amigo. Tenho apresentado sintomas de TOC e fobia social. Estou fazendo tratamento com psiquiatra. Essa situação me deixa muito depressivo. "as vezes acho que não vou conseguir conversar com mais ningém. Tenho muito medo de que as pessoas percebam que não sou "muito normal". Isso me dá uma angústia horrível. Me comparo o tempo todo com os outros. Penso que isso é um castigo em razão de erros que cometi...

    Benjamin Varandas de oliveira, 31 Anos - Ver Resposta

    Olá Benjamim. Que bom que você está procurando ajuda.
    Estar se tratando com um psiquiatra é muito bom. Mas é muitos casos é preciso da ajuda de um psicólogo para ajudar a sair dessa situação, que eu sei, trava ou dificulta muito a vida da pessoa.
    Entender o porquê dessas dúvidas que você tem, de se comparar, a angústia, não necessárias no processo psicoterapêutico para você conseguir ter uma vida saudável.
    Tanto o TOC como a fobia social, são forma de manifestação do seu organismo de que algo não está bem, é preciso entender o que está atrás disso tudo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Doutor, sou casado e há tempo perdi o tesão por minha mulher. Nesse período conheci um homem e estou amando ele e ele a mim. Digo isso porque sinto por ele o que nunca senti por qualquer outra pessoa. Vai além do tesão. Eu nunca tinha tido um sentimento assim. Estou desesperado, já que tenho dois filhos de 11 e 16 anos, que amo demais. Sou um pai super presente. Tenho medo que minha separação vá prejudicá-los e que nos afastemos.Ao mesmo tempo fico com pena de minha mulher. E diante disso tudo vou vivendo infeliz. Não sei que decisão tomar. Não tenho coragem de falar isso com ninguém, apesar da vontade, mas sei que vou ser execrado pela minha familia. Já pensei em me separar e sei que não preciso espalhar pro mundo que sou gay. Por favor dê-me sua opinião.

    Pedro, 43 Anos - Ver Resposta

    Olá Pedro.
    Que bom que você está procurando ajuda.
    Imagino a confusão de sentimentos e dúvidas você deve estar sentindo.
    Sei que você não quer que as pessoas que você ama sofram, mas vamos pensar. Será que se você mantiver essa vida paralela, conseguiria continuar pleno com seus filhos, com sua esposa? Será que ela não perceberia que a sua distância emocional? As desculpas que você daria? Será que essa configuração seria sustentável?
    Eu entendo seu receio, mas o que tenho percebido na prática clínica é que às vezes nós subestimamos a capacidade do outro de elaborar notícias como essas. Os resultados que vejo normalmente são muito melhores que o esperado. Mas cada caso é um.
    Seria o importante pensar por outro anglo, que eles sofrerão sim, mas você dará a oportunidade deles elaborarem esses sentimentos, de entenderem a realidade e assim, todos poderão ser plenos. Alguns podem precisar de um tempo diferem do outro para esse processo. Mas ficar protelando, pode apenas causar mais sofrimento.
    Pode ser que você precise de apoio psicológico, não hesite em procurar um. Será importante nesse processo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • ola doutor! sou casado com uma mulher maravilhosa em todos os sentidos...mais tenho muita vontade de ver ela com outro homem;nao sei por que tenho essa vontade mais isso esta se tornando um problema ja que nao tenho coragem de pedir isso a ela;tenho receios dela achar que nao amo mais ela..fantasio isso a todo momento e sinto muito prazer quando outros homens olham para ela na rua...o sr acha que devo falar isso a ela?

    Alex, 32 Anos - Ver Resposta

    Olá Alex.
    Imagino que isso esteja te perturbando.
    Mas é importante separar o que é fantasia de realidade e o que está motivando essa vontade.
    Várias coisas podem estar motivando você a ter essa vontade, e isso é o que precisa ser investigado.
    Como as possibilidades são muitas, seria bom você conversar com um psicólogo para analisar de modo individual seu caso.
    Quando uma fantasia chega a incomodar ou se tornar a única forma de prazer, é bom procurar ajuda.
    Quanto ao medo de sua esposa achar que você não a ama mais, é possível que isso ocorra, como pode ser que não, existe até a possibilidade dela gostar dessa fantasia. Mas é bom que vocês saibam que não necessariamente essa fantasia significa que você não a ama, mas sim, que apenas tem essa fantasia.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Olá Doutor, desde do meus 7 anos gosto de usar lingerie, moro sozinho e sou solteiro, vejo que isto acontece em fases, tem fase que a vontade de me travestir é mais forte, nunca contei para ninguém, alias ninguém desconfia, mas esta gangorra me encomoda, pq uma hora tenho uma vontade imensa de usar e em outra bate um arrependimento e jogo tudo fora dizendo que vou mudar, mas depois de alguns meses volta tudo de novo, naum sinto atração, nem vontade de beijar um homem, mas me excita fantasiar um ato sexual com um homem e eu fazendo o papel da mulher, sempre namorei mulheres e sempre gostei, nossa naum sei o que se passa comigo, mas preciso de ajuda!!!

    Lu, 33 Anos - Ver Resposta

    Oi Lu.
    Entendo o que você chama de gangorra. É de a fato um bombardeio de emoções. Mas só por você estar procurado ajuda eu o parabenizo. Essa busca por ajuda mostra como essa situação de se travestir não está bem para você.
    Não tem como falar algo por aqui para tirá-lo dessa situação. Os motivos que o levaram a desenvolver essa forma de prazer são muitas. É preciso descobrir, e para isso se faz necessário a ajuda de um psicólogo especializado em sexualidade para ajudá-lo a sair dessa.
    O que não é saudável seria continuar assim, pois isso o atrapalha a se desenvolver e sem dúvida afeta outras áreas da sua vida, dentre elas a de relacionamentos afetivos e a social.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

  • Dr. Claudecy, Meu marido e super ativo ele tem 33 anos e eu 32 somos casados à quase 3 anos e um filho de 2 anos. Resumindo não tenho vontade de fazer sexo, porque me sinto muito cansada, trabalho, chego pego meu filho e depois vou fazer meus trabalhos domesticos e fico cansada e somente penso em cair na cama...e com muito cansaço começo não sentir desejo e isso está acabando com meu casamento gostaria que me desse uma ajuda, por que amo muito meu marido e não queria que acaba-se o meu casamento por isso.

    Edna, 32 Anos - Ver Resposta

    Oi Edna.
    Todos nós temos nossos limites físicos. Quando nós desrespeitamos tais limites, nosso organismo demonstra isso das mais variadas formas.
    No seu caso, uma dessas manifestações é na sexualidade. Mas com certeza tem mais coisas aí.
    Não existe mágica. Será preciso você rever seu estilo de vida, sua agenda, dividir melhor os afazeres e procurar um tempo para você fazer algo para você, se cuidar, se arrumar para você e para seu marido.
    A participação dele será muito importante nesse processo.

    Um abraço
    Claudecy de Souza
    Psicólogo – 06/69861
    Terapeuta Sexual
    Psicólogo Comportamental Cognitivo
    www.claudecy.com.br | contato@claudecy.com.br

Contato

  • (11) 5092-3898
  • (11) 93800-4469
  • contato@claudecy.com.br
  • Av. Bem-te-vi, 333 - Conj. 61 - Moema - SP

Mídias Sociais

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades em seu e-mail